Google
 

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Pressing na Honra

por João Matos Reis

10ª Jornada (Antevisão)

Os jogadores totalistas da Honra

Ser totalista de algo é a condição de ser total, conseguir o pleno em que se está envolvido ou em algo que participa.
Esta antevisão será sobretudo direccionada para os jogadores que completaram na íntegra os 90 minutos dos 9 encontros já realizados no presente campeonato , será portanto dedicado aos jogadores mais utilizados neste campeonato.
Também é importante deitar um “olho” a ver quais foram os jogadores que no final de campeonato o conseguiram e aqui recuo à época transacta e para vos dizer que actuando em cada campeonato cerca de 432 jogadores (18 clubes x plantel médio de 24 jogadores), existem plantéis mais reduzidos, mas ao longo da Época vão entrando jogadores, mas que existindo cerca de 432 atletas em competição em 2006/07, apenas 5 jogadores foram finalistas absolutos. Significativo.

Na presente época, em curso, os jogadores que têm 9 jogos e exactamente os 810 minutos são: Ginja e Rui Figueiredo (Pêro Pinheiro), Américo (Lourel), Paulo César (Ponterrolense), Paulo Marta, Xapa, Sérgio Santos e (todos Encarnacense), Gil, Bruno Duarte e Zé Carlos (todos Malveira), Xixa (Ericeirense), Fragata (Oeiras), Zé Carlos e Canina (todos do Musgueira), Dinis (Torre), Tiago e João (Tojal), Rui Gualdino e Marocas (ambos do Linda-a-Velha) e ainda Mustafá e Gonçalo (ambos do Futebol Benfica).

É curioso verificar que nestes 22 totalistas absolutos (2 equipas de futebol), todos, com a excepção do Ló, são do sector defensivo ou guarda-redes, defesas ou médios defensivos (Fragata, Gonçalo e Canina) e vá lá Marocas e Mustafá , que sendo médios ... não são assim tão defensivos, mais um nº8, excelente cabeceador e utilíssimo nas prestações defensivas... ou nos pontapés de baliza das equipas adversários – é mesmo extraordinário do melhor que existe.
Mustafá, um TT (todo terreno) simplesmente para mim o melhor jogador da Honra.
Depois existem muitos com 9 jogos (a efectivos) no entanto não possuindo o tempo total (foram substituídos ou expulsos), são portanto totalistas relativos:
Loures (Ismael,Varela, Pedro Silva e Anselmo), Futebol Benfica (Alex I e Ricardo Pereira), Casa Pia (Canha e Salomão), Pêro Pinheiro (Adilson e Marquinhos), Povoense (Filipe, Adilson, Gralho e Tó), Ericeirense (Miguel Vicente e Rodrigo), S.L.Olivais (Ricardo Almeida), Lourel (Leandro e Bernardo), Ponterrolense (Bruno, Naco e Marco Aguas), Encarnacense (Amândio, Ricardinho e Pipoca), Malveira (Casquinha e Carvalho), Fanhões (João Paulo, Pedro Matos, Nuno Gomes “Laranja”), Oeiras (Paulo Jorge, Emiliano e Afonso), Bucelenses (Rochinha, Sérgio e Edeberto), Torre (Morais), Musgueira (Paulo Surf e Bruno ), Tojal (Nini e Ismael) e Linda-a-Velha (Zé Carlos).

Época 2006/2007
5 Totalistas absolutos ( 3060 minutos )


Foram 5 os jogadores magníficos que efectuaram os 34 jogos da época passada : Caipiro do Loures, actualmente no Oriental. Sequeira e Ribas ambos do Vialonga, Vítor defesa direito do Ponterrolense e Encarnação do Malveira.
O João Castro do Loures foi totalista relativo, pois participou em 34 jogos– embora tenha sido suplente utilizado em 2 jogos, joga actualmente no Torreense.
Curioso que destes apenas o Encarnação e o Vítor jogam actualmente na Honra. O central Encarnação (que fez dupla com Ricardo Carvalho no F.C.Porto nos juniores, sabiam? e foi campeão de Juniores.) este ano em virtude de ter sido expulso contra a Torre, não irá fazer o pleno. O Vítor do Ponterolense em virtude de uma lesão só jogou na 1ª e na 9ª Jornada.

Mas depois houve 8 jogadores quase totalistas, destaque para o Rui Gualdino (33 jogos) e Nuno Carvalho (32) ambos do Linda-a-Velha. Zé Carlos Vialonga/Pêro Pinheiro (33) só não foi totalista devido ao processo de inscrição - actualmente joga também no Linda-a-Velha. Paulo Silva (Igreja Nova ) com 32 jogos, assim como Mark James do Tires, Mustafá (Futebol Benfica), Amândio (Encarnacense) e Xixa (Ericeirense).
Nestes atletas é curioso verificar que na lista de 14 jogadores não figura nenhum avançado e apenas 4 médios. Ou seja o forte da coluna, as conclusões que se retira é que os que mais jogam normalmente são: 1º - atletas do sector defensivo (a maioria), 2º- jogadores experientes (grande parte) ou 3º- qualidade dos jogadores (Xixa, Mustafá, Caipiro e Castro)...e não menos importante 4º- pouco atreitos a lesões.

Que grande selecção, então aqui vai e desde já, destaque para o Nuno Carvalho - que entretanto terminou a sua grande carreira. Ele seria o capitão desta super-equipa. Não nos podemos esquecer que Nuno Carvalho foi levado pelo Manuel José do Sacavenense para o Boavista e jogou também no Salamanca, Zamora, Santa Clara, Vianense, Ovarense, Oeiras, Povoense e Linda Velha (onde terminou a sua carreira). O seu percurso para além de ter jogado no campeonato espanhol e na nossa 1ª divisão, teve o maior “brilho” com as quatro Internacionalizações Esperanças, onde jogou, por exemplo, contra os consagrados: Coupet, Robert Pires, Micoud entre outros.)
Porventura um dos melhores jogadores de sempre que passou na HONRA DE LISBOA. Presto aqui a minha homenagem a esse grande atleta (que se não fossem as graves lesões – sobretudo ao nível dos meniscos, porventura o maior “inimigo” dos jogadores) teria o seu percurso sido ainda mais cintilante... Como homem... apenas isto... um SIN - Simplesmente Impecável Nuno.
Foi homenageado pelo Linda-a-Velha no jogo da despedida, esteve presente no centenário do Oeiras no Casino Estoril – e segundo julgamos saber, foi o único atleta do clube a estar presente (e já era jogador do Linda-a-Velha). Tudo isso é demonstrativo do carácter do ATLETA/HOMEM. Respeitado por tudo e estimado por todos. Obrigado Nuno.
Lanço daqui um repto
para que o Sacavenense ( o Clube do coração do Nuno) lhe preste uma homenagem, quiçá um jogo, no seu cada vez mais bonito Estádio, entre o Sacavenense versus “Os amigos do Nuno Carvalho”, onde ele seria, obviamente o seleccionador/orientador dessa equipa. Seria bonito e mais que isso, seria justo.
Penso que a primazia deverá ser dada ao Sacavenense, clube onde ele mais tempo jogou e o clube que ele mais gosta. Mas senão aceitarem o repto... haverá quem depois o queira fazer, mas a prioridade, sem dúvida, pertence aos rubros-negros.

Então vamos à Selecção da Honra da época passada, destes jogadores que mais vezes pisaram os campos da AFL, onde passearam a sua classe, desportivismo e disciplina, sim porque para se ser totalista tem de se ter classe (para os treinadores os colocarem a jogar) ser desportista e disciplinado.
A todos eles a minha homenagem e simpatia, grandes jogadores:
Xixa (gr) -Caipiro (2)-Zé Carlos (1) -Encarnação (2) e Nuno Carvalho ( 3). Amândio (12), Rui Gualdino (1) e Ribas (2). Sequeira (7), Castro(1) e Mustafá (7).
Suplentes: Mark James (gr), Vitor (4), Paulo Silva (1).

Aparentemente, só e repito aparentemente, uma equipa defensiva... mas só no papel porque todos estes jogadores marcaram golos na época passada (registados entre parênteses).
Esta equipa, esta selecção (sem nenhum avançado) marcou 43 golos... e concerteza que não sofria nenhum a jogar junta... mesmo de penalty o Xixa defendia...

10ª Jornada

Pois é devagarinho já estamos na 10ª jornada ou seja quase 1/3 da prova está cumprida. Mais uma jornada de difícil prognóstico. Realmente as surpresas abundam e a lógica apenas não passa disso, se é que há lógica no Futebol?

Ass. Torre-Futebol Benfica x2
No difícil campo da Torre, o Futebol Benfica está “proibido” de perder. Até porque os de Benfica raramente perdem 2 jogos seguidos ( sucedeu 2 vezes na época passada na 4ª e 5ª jornadas e na 25ª e 26ª jornadas) portanto muito raro. Por sua vez o Torre é capaz do pior e do melhor. Mas o Fófó não deverá perder, até porque ficará com o “ouvido” no que se vai passar em Oeiras e em Loures.

Lourel-Povoense 1
O Povoense nem se dá mal com os ares de Sintra. Na época passada já quase “condenado” foi dar 3-0 ao forte Sintrense que na altura também lutava para não descer, na fase final do campeonato da 3ª divisão - série E. Mas o Lourel está avisado e sobretudo moralizado e não se esqueceu dos 7 que levou na época passada na Póvoa de Santa Iria. O Povoense tarda em se encontrar. Tendência um, mas o Povoense vai vender cara a hipotética perca dos 3 pontos

Bucelenses-Malveira 1x2
Não é bem um derby, mas a proximidade entre estas duas agradáveis e bonitas localidades, levará concerteza muita gente ao Júlio Camilo Alves para assistir a um bom jogo. Os da casa moralizados pela vitória caseira ante o Casa Pia e pelo empate em Linda-a-Velha... vão tentar ganhar. O Malveira, que pese a derrota de Domingo em casa, e que até vinha num crescendo, vai tentar trazer algo positivo. Pensamos que é um jogo talhado para o empate, mas a mais valia técnica dos malveirenses leva-nos também ao 2, no entanto o valor e o querer aliado ao factor casa.. também colocaremos o 1.
Fanhões-Linda-a-Velha 2
O Linda-a-Velha vai avisado que apesar do Fanhões ter apenas 1 ponto e 3 golos conseguidos, que tudo farão para contrariar o favoritismo da equipa do Luís Silva. O Fanhões tarda em sair da posição incómoda, mas o Linda-a-Velha também na senda de bons resultados quererá ganhar, porque é vital essa vitória num jornada onde existem confrontos directos entre equipas que vão na sua frente: Loures-Casa Pia, Oeiras-Encarnacense e Musgueira-Tojal

Loures-Casa Pia 1
O 1 de caras porquê? Porque acreditamos que o Loures, que nunca perde em casa, não poderá/quererá deixar que os casapianos fujam. Concerteza que não será fácil para Barbosa, Anselmo e companhia vencerem mas os lourenses têm argumentos para vencerem a forte equipa do Casa Pia. Para além do valor intrínseco dos amarelos, o sintético em muito mau estado irá ser um handicap para o bonito jogo, fluído dos gansos... será mesmo uma contrariedade enorme. Os casapianos desde que começou o campeonato vão apanhar pela 1ª vez um campo onde a sua capacidade técnica não prevalecerá. Mas também se os “negros” vencerem, e se a conjuntura de resultados da 10ª jornada for favorável, aí sim a concorrência terá de se “lembrar” que foi por esta altura que o Igreja Nova, na época passada, embalou e jamais perdeu o 1º lugar.

Pêro Pinheiro-Ericeirense 1x
Jogo equilibrado entre 2 equipas organizadas, com bons valores e que se conhecem bem. Será um jogo parco em golos, talvez 1-1, 1-0 , 2-1, isto senão houver algo estranho (lesões dos principais jogadores, expulsões durante o jogo etc). Será um jogo típico e já um clássico desta Honra, entre duas equipas valentes, equipas para lugares seguros neste Campeonato.

SL Olivais-Ponterrolense 1
O jovem Olivais terá aqui uma forte cartada para somar 3 pontos. Sobretudo porque jogará contra uma equipa que nunca obteve nenhum ponto fora. Mas o Ponte Rol é uma equipa com uma enorme atitude e lutará até ao fim pelos 3 pontos. Vai ser um jogo de parada e resposta, mas penso que o Olivais deixará na cabine, desta vez, o azar que o tem acompanhado e poderá ganhar, aliás necessita mesmo de ganhar.

Musgueira-Tojal 12
Quando se cruzam 2 equipas que tanto ganham em casa, como perdem e assim sucede quando estão na situação de forasteiros, tudo será possível. Ligeiro favoritismo para os vermelhos, porque actuam em casa, mas o Tojal, com tantos adeptos a irem ver os seus jogos, também parece que joga sempre em casa. O cenário, o piso, o campo é do melhor, logo será um grande jogo de futebol, de parada e resposta, e concerteza de incerteza no marcador até ao final. Era tripla, mas já a apliquei no Bucelense-Malveira.

Oeiras-Encarnacense 1x
Só não é o jogo da jornada porque existe um Loures-Casa Pia onde joga o líder, mas este jogo entre 2º e 3º com os mesmos 18 pontos, promete. O Oeiras vem de 3 vitórias consecutivas (alguma coisa moraliza mais que isto?) mas os da Encarnação, embora não ganhando nas últimas jornadas, todavia só baqueou no domingo. Vai haver muito equilíbrio porque existem jogadores experientes em ambas as equipas. Pensamos todavia que o Encarnacense não deverá mesmo ganhar.

LANÇAMENTO DE LINHA LATERAL
Agora que tanto se fala nas tecnologias aplicadas ou não ao futebol, apenas para salientar, porque isso dava “pano para mangas” – talvez tema de uma antevisão, quiçá. Mas que o erro humano poderá e deverá estar sempre associado ao futebol (como muitos defendem) mas o tal erro claro que existirá, mas o erro não poderá ser sempre, sistematicamente contra os mesmos.
Também deverá haver para quem erra, e todos erram, mais compreensão : o director que se agita no banco, o técnico que coloca mal a pedra ou faz mal a troca, o jogador que permite o golo ou aquele que falha o golo ou o corte e também aquele ou aqueles que julgam. Apelo apenas para que exista tolerância de parte a parte.

Concerteza que começará pelos dirigentes no qual me incluo, mas perante situações novas, perante atitudes cada vez mais espontâneas e que depois já nada há a fazer, mas como costumo dizer até a mim próprio (e eu faço isso)... ”antes de agir é preciso contar até dez... e reagir posteriormente” Claro que em situações de jogo, não dá para contar até dez... mas se contarmos até três... poderá não dar... mas ajuda... e se forem por vezes 3 a contar até 3 somado dá 9... e aí a decisão será sempre a acertada ou pelo menos, mais justa.
Mas valha a verdade é que existem os dotados (e são muitos.. mesmo a maioria) que não necessitam de contar porque as suas decisões são sempre justas ou pelo menos não contestadas.
Esses, felizmente, não precisam de contar...

Artigos anteriores -
30 Agosto
6 de Setembro
13 de Setembro (antevisão 1ª jornada)
18 de Setembro (análise 1ª jornada)
20 de Setembro (antevisão 2ª jornada)
25 de Setembro (análise 2ª jornada)
27 de Setembro (antevisão 3ª jornada)
2 de Outubro (análise 3ª jornada)
4 de Outubro (antevisão 4ª jornada)
8 de Outubro (análise 4ª jornada)
11 de Outubro (antevisão 5ª jornada)
16 de Outubro (análise 5ª jornada)
18 de Outubro (antevisão 6ª jornada)
22 de Outubro (análise 6ª jornada)
25 de Outubro (antevisão 7ª jornada)
29 de Outubro (análise 7ª jornada)
31 de Outubro (antevisão 8ª jornada)
5 de Novembro (análise 8ª jornada)
8 de Novembro (antevisão 9ª jornada)

3 comentários:

FOFÓ - VENCER disse...

SR. JOÃO REIS
AGRADECIA UMA RECTIFICAÇÃO
O GONÇALO E MUSTAFÁ TAMBÉM TEM 810 M
E MERECEM TAL COMO OS OUTROS O MESMO TRATAMENTO
UM ABRAÇO
CLIMÉRIO

Anônimo disse...

o jn comete alguns erros..embora muito façam eles.todavia no jogo no pina manique informaram que gonçalo foi substituido por tobé..e mustafá já nos descontos saiu...e que contra olivais...que mustafá tb saiu.No entanto confiando em vós.já foi alterado no sintrasport..também já pedi ao bruno do regionalsport para o mesmo.Como bem sabe..isto uma carolice minha..ficaria ainda melhor se perguntasse aos clubes..mas infelizmente ha clubes que nem o plantel fornecem...quanto mais os minutos...o malveira ..lvelha .futebol benfica, aguias musgueira..e ainda capp e ericeira ..os seis clubes k colaboram e informam na honra...com site..o casa pia é breve..
as fotos no regionalsport minhas e do bruno..até do oeiras..lourel...etc..povense..são nossas..no fundo ajudamos a divulgar os clubes..
um abraço ao gonçalo e mustafá..2 jogadores k até gosto..e se são totalistas..merito a quem o tem..já está alterado.O regional..tambem alterará..tenta-se fazero melhor com os dados disponíveis..
saudaçoes desportivas..
joão matos reis
amanhã..sabado um lvelha .f.benfica
que vença o futebol.

FOFÓ - VENCER disse...

JOÃO NÃO VEJA NAS MINHAS PALAVRAS CRITICAS, MAS AS RECTIFICAÇÕES DA MINHA PARTE SÃO MAIS ACESSÍVEIS PORQUE ESTA TUDO COMPUTORIZADO.
EU ESTOU SEMPRE DISPOSTO A INFORMAR E NÃO DESINFORMAR
TAMBÉM OS MEUS PARABÉNS PELA VITÓRIA DOS JÚNIORES, ESTEVE LÁ NOSSA DIRECÇÃO EM PESO, ESTIVE A VER SEO VIA PARA LHE DAR UM ABRAÇO
CLIMERIO