Google
 

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Atlético não se conforma

retirado do jornal Record

A direcção do Atlético reuniu-se ontem para entre outros assuntos, abordar os incidentes do jogo com o Real, nomeadamente para repudiar o trabalho do árbitro Tiago Martins.
Pedro Pereira, do executivo alcantarense, lembrou que "o árbitro perdoou duas grandes penalidades ao Real, uma delas assinalada pelo auxiliar" deixando "passar em claro as entradas demasiado viris dos jogadores da casa". O Atlético não entende porque razão "o juiz da partida deu três minutos de compensação e no quarto decidiu assinalar uma penalidade a favor do Real..."

Um comentário:

piresgn disse...

Dos dois penaltis que ficaram por assinalar o que mais mete nojo é como é que se deixa passar um lance de voleibol na área do Real, e o penalti arranjado no fim é uma vergonha. Um jogador sofre uma entrada dura vai de ambulancia e nem falta se viu quanto mais cartão. Já para não falar em bilhetes com preço emendado à mão, mas isso é outra história.